Eu e meu primeiro batom

por Natália Gonçalves

Quando eu tinha seis anos, minha mãe comprou dois batons lindos, um vermelho carmim e um bem rosinha. Como toda garotinha eu fiquei obcecada com a idéia de usá-los. É claro que minha mãe me disse que eu era nova demais para usar maquiagem, que eu tinha que esperar mais alguns anos. Até parece que eu ia esperar! Decidi “pegar emprestado” os dois batons quando ela não estivesse prestando atenção. Em uma manhã de domingo, coloquei meu plano em ação, enquanto meu pai assistia F1 e minha mãe estava ocupada com o meu irmão, entrei no quarto deles e coloquei a mão  no tesouro. Eu lembro claramente da sensação de passar aquele batom vermelho e me sentir a menina mais bonita do mundo.

Eu fiquei tão empolgada que, naquela manhã, o batom se transformou em blush, sombra e eu fiz a melhor maquiagem do mundo (ou pelo menos era o que eu achava). É claro que nessa brincadeira eu acabei estragando os batons da minha mãe e ela ficou brava, muuuito brava, mas não gritou, nem me bateu ou me colocou de castigo, só pegou os batons e me mandou lavar o rosto. Minha mãe não é muito ligada em maquiagem, acho que aqueles foram os primeiros que ela comprou na vida, mas eu sempre fui fascinada por make, sempre adorei tudo que estivesse relacionado a sombras, delineadores, batons, brilhos, blush e tudo mais. Sou uma beauty junkie desde criancinha, mas essa anedota da minha infância com certeza é o marco inicial nessa minha relação de amor por moda e beleza.

Até hoje, quando passo o meu batom preferido, eu me sinto a menina mais bonita do mundo, e mesmo que essa sensação dure poucos minutos, não existe nada igual. É claro que eu tive minha fase rebelde, em que eu achava moda fútil, maquiagem desnecessária e que eu deveria ter o meu próprio estilo. O que eu não percebia no auge da minha chatice adolescente é que ter meu próprio estilo e me maquiar ressaltando o que eu tenho de bonito é estar na moda! Afinal, não existe nada mais fashion do que adaptar as tendências da última estação ao meu estilo.

Esse blog é minha maneira de compartilhar minhas descobertas, experiências, fracassos e sucessos nesse universo feminino que é tão fascinante! E você, leitora querida, qual é sua primeira lembrança fashionista?

Beijos mil!

Anúncios

2 Comentários to “Eu e meu primeiro batom”

  1. Minha primeira memória fashionista, é um sapatinho lindo, meio retrô, que eu não tirava dos pés, com apenas 3 aninhos!

  2. Fiquei pensando no primeiro batom que eu ganhei na minha vida, era um brilho da Avom em formato de morango, com um lado vermelho e a outra metade lilás. Mas a sensação que me lembro e do cheiro de chiclete que ele tinha, dava ate vontade de comer, kkkkkk. Acho que o primeiro batom diz muito sobre as pessoas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: